sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Noite


Pela noite perdem-se mágoas
Pela noite perdem-se razões
Perdem-se lágrimas
Perdem-se ilusões
E alguem nos diz
Poisa um pouco na minha mão
Não vás embora não, hoje não...!

5 comentários:

São disse...

A solidão é, por vezes, bem dura...
Saudações.

vero disse...

" Hoje não!"
como dói a solidão...

obrigada pela visita, volta sempre. Gostei deste teu cantinho

Beijinhos

Vitor Oliveira Jorge disse...

Conhece o meu blogue
http://trans-ferir.blogspot.com ?
Apareça dia 25 Novembro 2008 às 18,30 h na Livraria Books and Living do CC Cidade do Porto, para o lançamento do meu novo PEQUENO LIVRO DE AFORISMOS. Entrada livre!
Saudações
Vitor O. Jorge

TRISTAN disse...

Por vezes sim...perde-se...mas na maior parte das vezes encontra-se tudo. E bem vivo...E não há ninguém que nos pouse na mão...


Gostei.

Fenix disse...

Lindo!!!

É bom perder "razões" e ficar..., pela noite..., de mão na mão...

Abraço